24/7/2003 - Rompendo em fé!

Eu não sabia que a Palavra de Deus podia consolar e levantar, mas isso aconteceu e quero partilhar com vocês. É cheia de gratidão que conto essa história do amor de Deus para comigo.

Eu tinha 29 anos e, de repente, me vi abandonada pelo marido e com o diagnóstico de um câncer. No sentimento de abandono e dor abri a Bíblia e “ouvi” o Senhor falando ao meu coração em Isaías 49 versículo 15: “Pode uma mulher esquecer-se daquele que amamenta?... E mesmo que ela o esquecesse, eu não te esqueceria nunca”. Sim, Deus me amava, valeria a pena lutar.

Enfermidade vencida, Deus me concede um coração perdoador e, com ele, consigo perdoar meu esposo e as pessoas que me magoaram.

Já caminhando no Senhor, com uma vida de oração, jejuando e mantendo a castidade, meu sobrinho é assassinado pelo envolvimento com drogas, e mais uma vez Jesus me acolhe dizendo: “No mundo haveis de ter aflições. Coragem! Eu venci o mundo”. (Jo 16, 33)

Uma pneumonia surge. Novos exames e uma metástase pulmonar é constatada (tumor maligno). Cirurgia e tratamento, tomo posse então da palavra do Bom Pastor: “Eu vim para que as ovelhas tenham vida e para que a tenham em abundância.” (Jo 10, 10)

Enfermidade vencida. Aleluia... Curada, cheia do amor de Deus, sobreveio a doença do papai, um tumor maligno na próstata com metástase óssea. Diante disso, orei: Ó meu Deus, faz do meu pai o que Tu quiserdes, contanto que a Tua vontade se faça na vida dele. Então, no segundo dia, após essa entrega, o Senhor veio buscá-lo. Consolada pelo Espírito Santo, recebi a missão de zelar pela mamãe.

O dia-a-dia trouxe o stress e novas dores abdominais. Com elas sofri nova internação e a constatação de recidiva no pulmão. Câncer de novo!... Iniciei o tratamento com a quimioterapia louvando ao Senhor, tal qual os três jovens na fornalha ardente, como vi no livro de Daniel capítulo 3, versículo 24.

Hoje vivo da graça de ter terminado o ciclo de quimioterapia, de “gozar dos frutos de meu trabalho” (Sl 127, 2), dar de graça o que recebi de graça (socorrendo os irmãos sofridos no ministério de intercessão da Comunidade), e o milagre de contemplar todos os dias a natureza, principalmente o mar, o sol e a graça de Deus que me impulsiona a dizer: estou rompendo, a minha vida, em fé!...

Maria do Socorro Barros Canas
Serva da Comunidade Bom Pastor

VOLTAR

 


 

 

 

"A fé é o fundamento da esperança". (Heb 11,1)